Endereço e Contato

ENDEREÇO: Rua João Paz de Lima, 277, Centro
CEP: 58887-000
CIDADE: BOM SUCESSO - PB.
FONE: (83) 3448-1129

25 março 2019

Trabalhadores fazem manifestações em todo Brasil contra a reforma da previdência, na ultima Sexta-feira (22)

0 comentários

Resultado de imagem para manifestação contra a reforma da previdencia 2019
Resultado de imagem para manifestação contra a reforma da previdencia 2019

22 de março de 2019.

Apesar da imprensa não ter feito uma divulgação ampla sobre as manifestações que ocorreram em todo Brasil na sexta-feira (22) passada, contra a reforma da previdência, o movimento foi amplamente divulgado pelos trabalhadores e trabalhadoras nas redes sociais, sendo um sucesso. E para o movimento sindical alcançou o êxito, tendo em vistas, que a manifestação foi realizada pela classe trabalhadora a convite do movimento sindical, e tomou as ruas de várias cidades Brasileiras.
Na tarde de sexta-feira (22), centrais sindicais reuniram manifestantes em vários pontos do país no chamado Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência, contra a reforma proposta pela gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em São Paulo, por exemplo os manifestantes começaram a se reunir por volta 17h30 no vão do Masp, na Avenida Paulista. Os movimentos sociais e centrais sindicais fecharam os dois sentidos da Avenida Paulista,a via foi totalmente liberada às 20h50.
O governo apresentou no dia 20 de fevereiro a proposta de reforma da Previdência Social.
A proposta de emenda à Constituição (PEC) começará a tramitar pela Câmara dos Deputados. Se for aprovada, seguirá para o Senado. Pelas regras regimentais, a matéria passará primeiro pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, que analisará se o texto fere algum princípio constitucional.
Uma paralisação de motoristas e cobradores afetou a circulação de ônibus em São Paulo na manhã de sexta-feira passada. Terminais e pontos ficaram lotados após os veículos não saírem nos horários de rotina das garagens das empresas.
A paralisação atingiu a Vip Transportes Urbanos na Zona Leste, a Viação Campo Belo e a Viação MobiBrasil na Zona Sul, e a Viação Sambaíba na Zona Norte.
Segundo o Sindicato da categoria, sindicalistas foram para as garagens conversar com os trabalhadores sobre a Reforma da Previdência e sobre a campanha salarial de 2019.

Manifestações foram registradas em todas as Capitais, como também em inúmeras cidades Brasileiras, portanto aconteceu em todo Brasil, com grande participação popular, que foram as ruas dizer não a reforma da previdência, os protestos ocorreram no Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santos, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. Os destaques foram em: São Paulo a Avenida Paulista foi tomada por milhares de pessoas, os manifestantes interditaram nos dois sentidos a referida avenida; em Curitiba centenas de pessoas tomaram conta da avenida principal; No Rio de Janeiro trabalhadores ligados as centrais sindicais fizeram o seu protesto, no Recife na capital pernambucana mais de 15 mil trabalhadores estiveram na Praça do Derby em protesto contra a reforma que é nociva aos trabalhadores; em Fortaleza capital cearense, 30 mil pessoas estiveram nas ruas, e concluíram a manifestação na praça Portugal; em Belém capital Paraense mais de 5 mil pessoas estiveram em protesto, no Rio Grande do Sul na capital do estado sindicalistas foram as ruas, Salvador a capital baiana também parou; em João Pessoa e na maioria das cidades paraibanas houve também manifestações. Segundo informações das entidades sindicais, é que houve manifestações em todo o Brasil.
Ficou claro e evidente que a reforma da previdência vai encontrar resistência dentro e fora do parlamento brasileiro, pois do jeito que ela foi apresentada não vai passar, os trabalhadores na sua maioria esmagadora é contra a tal reforma, que prejudica e muito a todos os trabalhadores; e os congressistas entendem que para ela passar é preciso de uma articulação política bem feita, através do diálogo, coisa que parece não ser o carro chefe do atual governo. Fica claro que haverá muita resistência, como também muitas emendas será apresentada no decorrer da discussão da PEC do mal.


Para se ter uma ideia, da dimensão das manifestações, cidades pequenas como Bom Sucesso PB no interior, os professores fizeram a sua manifestação, Alexandria RN, entre outras como Cajazeiras, Patos, Sousa, Coremas, Piancó, Santana dos Garrotes, Nova Olinda. Em fim as manifestações em todo Brasil, foi uma vitoria para todas as classes que trabalha.

Com Centrais Sindicais e NCST

0 comentários:

Postar um comentário