Endereço e Contato

ENDEREÇO: Rua João Paz de Lima, 277, Centro
CEP: 58887-000
CIDADE: BOM SUCESSO - PB.
FONE: (83) 3448-1129

31 dezembro 2021

Governo publica MP com novo salário mínimo de R$ 1.212 a partir de 2022




O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (30), em transmissão ao vivo em uma rede social, que o salário mínimo será de R$ 1.212 em 2022. A Medida Provisória (MP) confirmando o novo valor foi publicada na edição desta sexta (31) do "Diário Oficial da União (DOU)".

Segundo a colunista do g1 Ana Flor, o valor de R$ 1.212 corresponde a uma correção da inflação pelo INPC e a recomposição de um valor residual referente a 2021, sem espaço para ganho real.

No fim de 2020, Bolsonaro fixou o salário mínimo no valor de R$ 1.100. A partir de 1º de janeiro de 2022, o valor passará a ser de R$ 1.212.

"A partir de 1º de janeiro, o novo valor do salário mínimo [será de] R$ 1.212", afirmou o presidente durante live transmitida a partir de Santa Catarina, onde Bolsonaro está de férias.

Os R$ 1.212 foram fixados no Orçamento de 2022, aprovado pelo Congresso em 21 de dezembro, com base em uma previsão de 10,18% para o INPC. O anúncio de Bolsonaro, portanto, confirmou o valor aprovado pelo Legislativo.

De acordo com informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo serve de referência para 50 milhões de pessoas no Brasil, das quais 24 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Impacto nas contas públicas

Um reajuste maior no salário mínimo também faz com que o governo federal gaste mais. Isso porque os benefícios previdenciários não podem ser inferiores ao valor mínimo.

De acordo com cálculos do governo, a cada R$ 1 de aumento do salário mínimo cria-se uma despesa em 2021 de aproximadamente R$ 365 milhões.

Com G1.

25 dezembro 2021

Luto: Faleceu a professora Gracinha. A guerreira. Educação de Luto. Nossos sentimentos a todos os familiares.

 


Bom Sucesso PB, sábado 25 de dezembro de 2021.

Faleceu na madrugada de hoje (25), na capital do estado da Paraíba, a professora Gracinha de João Garção. Filha do Casal João Gomes de Oliveira e Raimunda Oliveira de Sousa Gomes. Seus irmãos: Francisca, Francineide,  Antônio, Izabel e André. Os nossos sentimentos a todos os familiares.  
Gracinha é bastante conhecida no município de Bom Sucesso PB e região. Dedicou a sua vida a Educação do município de Bom Sucesso PB, sempre foi destaque, na sua luta e no seu trabalho. Foi Professora por vários anos na escola municipal Balbina de Almeida Oliveira, e por ultimo estava lecionando na escola Laureano Leão de Lima no distrito de Serrinha.
A professora Gracinha sempre foi orgulho para a nossa educação.
Bom Sucesso PB, está verdadeiramente de luto.
Gracinha foi para os braços do pai.
Deixando seu legado do seu trabalho na área da educação e muitas saudades.

O SINDSERBS ESTÁ DE LUTO.

23 dezembro 2021

O SINDSERBS DESEJA A TODOS OS SEUS SÓCIOS UM FELIZ NATAL E UM PROSPERO ANO NOVO.

  

Muitos presentes neste Natal


Encerramos mais um ano com muitas conquistas, a pesar das dificuldades. A unicidade que buscamos em nossas lutas permeou as nossas ações. Vamos seguir demonstrando nossa ousadia, coragem, atitude e exemplo. Vamos em 2022, renovar nossa disposição de luta com a consciência de que é nosso direito querer, buscar, conquistar e exercer cidadania plena. Vamos fortalecer ainda mais a unicidade na luta dos Servidores Públicos que, na prática, é uma luta por melhores dias para todos. O SINDSERBS, através da sua Diretoria executiva; Deseja a todos os seus sócios um Feliz natal, e um prospero ano novo, repleto de grandes Vitórias e realizações. Desejamos sucesso e felicidades, a cada um dos Servidores Públicos Municipais de Bom Sucesso - PB. Estes são os sinceros votos, de todos o que fazem a Diretoria executiva do SINDSERBS.

ISRAEL ALVES DE OLIVEIRA
PRESIDENTE.

SINDSERBS
LUTAR SEMPRE.

Salário mínimo em 2022 deve ser de R$ 1.211,98.

 




Aumento sobre valor atual deve ser de R$ 111,98, o equivalente a 10,18%, segundo relatório do Orçamento.

O salário mínimo deve ser de R$ 1.211,98 em 2022, se confirmada a projeção do Orçamento para a inflação deste ano. Atualmente, o mínimo está em R$ 1.100.

A diferença de R$ 111,98 é porque o mercado financeiro espera que o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) encerre o ano em 11,18%. O INPC é a base da correção anual do salário mínimo. Antes, o Orçamento considerava a projeção do Ministério da Economia, de 10,04%. O relator do texto, deputado Hugo Leal (PSD-RJ), acha que o número será maior. Mas o valor do indicador ainda pode mudar até o fim do ano caso as projeções não se confirmem.

Fonte: https://www.poder360.com.br/economia/salario-minimo-em-2022-deve-ser-de-r-1-21198/


11 dezembro 2021

Abono PIS/Pasep começa em janeiro com novo valor e pagamento em dobro

 

Como o PIS/PASEP ano base 2020 precisou ser adiado para garantir o custeio do Programa Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) criado devido à pandemia, os beneficiários receberão as quantias a partir de janeiro.

A previsão é de que o calendário oficial com as datas do pagamento do PIS 2022, seja divulgado apenas no próximo mês, assim como o valor do abono que será reajustado conforme o salário mínimo. Para que haja a liberação do novo cronograma, o CODEFAT precisa finalizar os procedimentos para a identificação dos trabalhadores que possuem direito ao abono.

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil vão retornar em janeiro com o pagamento do abono salarial do PIS/Pasep com novas mudanças na forma como o benefício é pago e também com novo valor que inclusive poderá vir em dobro.

Abono salarial adiado

Em julho deste ano o Governo deveria ter iniciado os pagamentos do abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2020, ou seja, para os trabalhadores que exerceram atividade de carteira assinada no ano passado.

No entanto, para encontrar recursos para bancar uma nova liberação do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, mais conhecido como BEm, que vigorou entre abril e agosto, o governo acabou se vendo obrigado a adiar o pagamento do benefício para o ano que vem.

Para viabilizar o BEm foi necessário adiar os pagamentos do PIS/Pasep e transferir os recursos financeiros para custear a nova rodada do benefício por 120 dias.

Assim, além de simplesmente adiar o abono salarial para 2022, o Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) decidiu mudar algumas regras de funcionamento do programa.

Novos pagamentos para 2022

O Codefat trouxe algumas mudanças para o pagamento do benefício no ano que vem. A primeira delas é que o abono não será mais liberado em julho de um ano com término em junho do ano seguinte.

A partir do próximo ano o calendário de pagamentos correrá entre os meses de janeiro e dezembro onde o calendário será publicado sempre no início do mês de janeiro.

Assim, a expectativa é que os pagamentos agora ocorram no mês de aniversário dos trabalhadores, ou seja, nascidos em janeiro possam receber em janeiro, nascidos em fevereiro possam receber em fevereiro e assim sucessivamente.

Outra novidade para 2022 é que o PIS/Pasep passará por um novo reajuste no valor do benefício, a alteração será devida ao novo reajuste do salário mínimo, tendo em vista que o abono salarial é pago com base no piso nacional.

As novas projeções apontam para que o salário mínimo tenha uma alta de 10,04% passando de R$ 1.100 para R$ 1.210,44 em 2022. Assim os trabalhadores que exerceram atividade o ano todo no ano-base poderão receber o novo piso nacional no ano que vem.

Mas vale lembrar que o benefício é pago proporcionalmente a quantidade de meses trabalhados, ou seja, quem trabalhou o ano todo receberá R$ 1.210,44 já quem trabalhou menos tempo receberá proporcional.

Benefício dobrado

Outro ponto muito especulado pelos trabalhadores é referente a possibilidade de receber o abono dobrado em 2022. A situação ocorre porque o abono ano-base 2020 que deveria ser pago este ano foi adiado para o ano que vem, ano este em que está previsto o pagamento do abono ano-base 2021.

Assim, os trabalhadores que exerceram atividade em 2020 e em 2021 e se encaixam nas regras do benefício nos respectivos anos poderão receber os dois abonos de uma vez no ano que vem.

Como dito anteriormente, o benefício é pago proporcionalmente a quantidade de meses trabalhados no respectivo ano, e no caso daqueles com direito ao abono integral em 2020 e em 2021 por trabalharem durante os 12 meses de cada ano poderá receber o benefício dobrado em 2022.

https://www.jornalcontabil.com.br